LabIUtil    useit.com    usernomics    usableweb
Laboratório de Utilizabilidade - Critérios Ergonômicos
Critério: 5. Gestão de Erros

1. Condução
1.1. Presteza*
1.2. Agrup/Dist de Itens
1.2.1. Agrup/Dist por Localização*
1.2.2. Agrup/Dist por Formato*
1.3. Feedback Imediato*
1.4. Legibilidade

2. Carga de Trabalho
2.1. Brevidade
2.1.1. Concisão*
2.1.2. Ações Mínimas*
2.2. Densidade Informacional*

3. Controle Explicito
3.1. Ações Explicitas*
3.2. Controle do Usuário*

4. Adaptabilidade
4.1. Flexibilidade*
4.2. Experiência do Usuário*

5. Gestão de Erros
5.1. Proteção erros*
5.2. Qualidade das Mensagens de erros*
5.3. Correção erros*

6. Homogeneidade Coerência/ Consist.

7. Significado dos Códigos e Denomin.

8. Compatibilidade

Gestão de Erros

Definição:

A gestão de erros diz respeito a todos os mecanismos que permitem evitar ou reduzir a ocorrência de erros, e quando eles ocorrem, que favoreçam sua correção. Os erros são aqui considerados como entrada de dados incorretos, entradas com formatos inadequados, entradas de comandos com sintaxes incorretas, etc.

Três sub-critérios participam da manutenção dos erros:

Justificativa:

As interrupções provocadas pelos erros tem conseqüências negativas sobre a atividade do usuário. Geralmente, elas prolongam as transações e perturbam a planificação. Quanto menor é a possibilidade de erros, menos interrupções ocorrem e melhor é o desempenho.

5.1. Proteção contra os erros*

Definição:

A proteção contra os erros diz respeito aos mecanismos empregados para detectar e prevenir os erros de entradas de dados, comandos, possíveis ações de conseqüências desastrosas e/ou não recuperáveis.

Justificativa:

É preferível detectar os erros no momento da digitação do que no momento da validação. Isto pode evitar perturbações na planificação da tarefa.

Exemplos de recomendações:
  • Quando o usuário termina uma seção e existe o risco de perda os dados, deve haver uma mensagem lhe avisando deste fato e lhe pedindo confirmação do final da seção.
  • Os rótulos dos campos devem estar protegidos (não devem ser acessíveis ao usuário).
  • As apresentações que acompanham as entrada de dados devem estar protegidas. Os usuários não podem modificar as informações contidas nestes campos.
  • Depois de um erro de digitação de um comando ou de dados, dar ao usuário a possibilidade de corrigir somente a parte dos dados ou do comando que está errado.
  • Todas as ações possíveis sobre uma interface devem ser consideradas e mais particularmente as digitações acidentais a fim de que entradas não esperadas sejam detectadas.
  • Agrupar os atalhos de teclado por funções perigosas e/ou rotineiras.

Comentário:

Proteção contra os erros vs. Condução

Existem diversas maneiras de fornecer proteção contra os erros. Pode-se por exemplo definir um mecanismo automático de verificação das entradas. Assim, no momento da validação, uma mensagem de erro aparece se o formato da entrada não está em conformidade com o esperado. Trata-se neste caso o critério proteção contra os erros. Uma outra maneira consiste em fornecer uma informação orientando os usuários sobre o tipo de dado esperado ou ainda sobre o formato da entrada. Trata-se agora do critério condução. Estes dois mecanismos podem coexistir.


* Critério Elementar Catálogo de exemplos > Próxima... >

Sugestões: email para LabIUtil

Adaptação livre do site: www.nngroup.com
realizada por CARNIEL & CYBIS